terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Dia de Reis

Eram três e tão diferentes!
Cada um com o seu presente!
De toda a história gravamos
Orientação rumo a oriente!

Esta estrela brilhou sob os olhares
De quem procurava o Menino
Orientou-os por hectares
Sem medo do seu destino!

Que a mensagem tenha ficado
Gravada em todos os corações
Um gesto único, cheio de significado
De três presentes sem pretensões

Parece-me que a lição não foi aprendida
Pois mostraram união!
Cada um com o seu Deus,
Cada um com a sua religião!

De raças diferentes eles eram
E tinham distintas origens
Caminharam sempre em frente
Sem temerem vertigens!

Eles mostraram a ordem
E o respeito pelos demais
Por favor, Homens, acordem:
Não promovam GUERRA, jamais!

7 comentários:

  1. Luisa,
    simplesmente lindo este poema!!!!
    Lindo e profundo, um verdadeiro hino à paz.

    Parabéns!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. este dia teve mais luz com as tuas palavras

    ResponderEliminar
  3. Gostei imenso das tuas quadras.
    Dão para serem cantadas...
    Beijo.

    ResponderEliminar
  4. Tens uns textos que tocam o coração da gente...Lindo
    Não podemos esquecer que Jesus declarou bem-aventurados os que promovem a paz...
    Grande abraço!

    ResponderEliminar
  5. Que saudades do tempo de juventude quando corria a aldeia a cantar os reis.
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  6. Muito boitos!Podes ir cantar de porta em porta, eu deixo!

    ResponderEliminar
  7. MInha querida amiga ciumentinha...rsrs tem selinhos pra você lá no Alma Poeta ok? Beijão

    ResponderEliminar

Olhares de perto