sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Vieste de mansinho, suave e silenciosa
Caiste devagarinho, numa valsa melodiosa!
O verde, cobriste de branco,
Ao asfalto, aconchegaste o cobertor!
Os automobilistas assustaste,
Afuguentaste o mais dedicado trabalhador!
Mas,
No eco do teu manto, enrolam-se bolas, às gargalhadas!
Ouve-se a alegria das crianças a transformarem-te em bonecos
O gorro tapa as tranças, as luvas os dedos malandrecos.
Fizeste com que o dia fosse diferente
Trouxeste no branco, alegrias de muita cor!

10 comentários:

  1. Ah, quanto eu gostava que nevasse por aqui, a ver se escrevia um poema ao branco!

    Ainda pode ser.


    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Querida amiga Luisa,
    Veio em pézinhos de lã e com uma beleza fascinante, está muito frio mas valeu a pena, à já muitos anos que não víamos por aqui tanta neve.

    E TUDO É NEVE!!!

    "Chegou suavemente e sem pranto
    Silenciosa sem se anunciar,
    O verde vestiu de branco
    Com uma leveza de encantar..."

    Beijinhos e bom fim de semana,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  3. Raras vezes tive a oportunidade de ver a neve no sul do Brasil...mas o seu frio branco, apesar de tudo, sempre lembra beleza e aconchego.
    Um abraço e lindo final de semana

    ResponderEliminar
  4. Neve...Como é linda e alva. Pena que no Brasil o frio não chega a congelar, de vez em quando só no Sul do país (mas a neve é muita fraca). Dizem que a neve encanta!!
    Abçs,
    Ana

    ResponderEliminar
  5. Olá,
    bonito poema dedicado a neve.
    Aqui, Trás-os-Montes também está vestido de branco. O frio também não nos larga e as temperaturas descem aos -9ºC.
    Aproveita bem a neve,
    beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Por incrível que pareça
    na póvoa também nevou
    é uma cidade à beira-mar
    onde o frio está a rachar
    e os carros a congelar
    mas tudo é bonito
    Quando se abre a janela
    e se vê tudo branquinho
    E eu aqui no meu banquinho
    a apreciar a beleza
    de teus poemas de encantar
    quem me dera saber assim rimar
    e expressar por palavras
    o sentimento que sinto
    ao lêr teus versos
    que me fazem sonhar

    beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Menina... li um comentário seu no Blog da Sonia, e vim rapidinho te conhecer! Seu cantinho é lindo e seus textos maravilhosos, me encantei com tudo!
    Há algum tempo, vi uma imagem de uma Santa, pela qual me apaixonei. Tenho durante anos, procurado por esta Santa, mas não consegui até hoje uma imagem dela. E neste comentário que li seu, no Blog da Sonia, você escreveu exatamente o que ela fala... esta santa é Santa Isabel ou Rainha Isabel. Seria muito pedir para me passar alguma dica de como poderia conseguir uma imagem desta Santa?
    Obrigada!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Oh, amiga!

    Nevar, por aqui, só talvez uns farripos no alto da Fóia, serra de Monchique!

    Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  9. Que lindo poema este!
    Uma ótima tarde e bom fim de semana pra você.

    E o poema escolhido no blog realmente é um pouco triste, mas o achei muito lindo! Beijos e obrigada pela preocupação minha querida!

    ResponderEliminar
  10. Querida amiga Luísa,
    Primeiro dia foi muito lindo coberta de neve que olhei a alegria de neve mas não aguento mais frio...
    Adorei ver isso...
    Adoro seus blogues!
    Bjs e desejo-te bom Domingo!

    ResponderEliminar

Olhares de perto