quinta-feira, 2 de abril de 2009


Hoje serve um chá verde, em copo trasparente de asa segura
Desde que servido quente, a ponto de me sentir madura!
Hoje, deixo-o deslizar pela garganta, suave e delicadamente
À espera que o seu efeito sirva de calmante à digestão,
que ajude a digerir os problemas do dia!
Hoje vou bebê-lo quentinho,
dividirei com todos os beneficios da sua ingestão
Porque melhor que o seu deslizar acolhedor
é o acolhimento do seu doce sabor!
Sentirei que lavei os problemas
Que degluti os mais ásperos
E fiz deles o melhor do meu momento de chá:
cresci para os enfrentar e deles pude fazer
o melhor motivo para sentar...a beber o meu chá!

5 comentários:

  1. Suave e delicioso... O chá e o poema!

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  2. Aceitei o convite, e vim até aqui para compartilhar com você, querida amiga, este momento delicioso!!
    Também tenho alguns problemas para serem digeridos e nada melhor que um chá verde em companhia tão doce quanto a sua!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. O belo poema de chá verde!
    Chá verde faz bem para a saúde...
    Mt bjs

    ResponderEliminar
  4. ...
    -Que bom se tivéssemos sempre a lucidez de aproveitar, degustar e se deliciar com todos os pequenos e grandes momentos do dia...

    O sol nasce, e ainda estamos dormindo, o sol morre, e estamos acordados, e dormindo...

    Belas palavras... fazem-me acordar...

    ResponderEliminar

Olhares de perto