segunda-feira, 20 de abril de 2009

Tempo...


Tempo!
Nem eu fujo ao tempo, nem o tempo foge de mim!
Eu venero o tempo, tanto quanto ele me venera a mim!
Não páro para o ver passar,como ele não deixa de passar por me ver parar...
Eu gosto do tempo quando ele sorri para mim...
E ele gosta do meu sorriso por ser firme, sem fim!
Tecemos um pacto amistoso, por cada momento passado
Eu, dou-lhe as peliculas para cada sessão do dia.
Ele, enaltece os feitos, enche-me de alegria!
Neste momento, aplico-o com muito carinho
Pinto-o em telas coloridas, desenho-o à minha medida
O tempo, hoje, permite-me andar, vaguear, correr e saltar.
Amanhã, veremos o que de mim fará...

11 comentários:

  1. É caso para dizer:
    O tempo perguntou ao tempo
    quanto tempo o tempo tem.
    O tempo respondeu ao tempo
    que tem tanto tempo quanto o tempo tem.


    beijocas:)

    ResponderEliminar
  2. Amadinha!! O tempo é o senhor da vida!
    Um grande beijo no seu coração e passa lá no meu cantinho, que tem presentinho pra você!

    ResponderEliminar
  3. O tempo... esse elemento que nos baralha, atrapalha, e faz correr, assim...
    Adorei!
    j

    ResponderEliminar
  4. Tempo...aquele que por vezes nos parece pouco e outras que parece nunca mais acabar.
    Cabe-nos a nós sabê-lo acompanhar e aproveitar da melhor maneira, e já agora, sem pressas...

    Muito bonito o poema!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Ontem, hoje, amanhã, o tempo passa mas quem tem sempre tempo, fica sempre antes e além do tempo.

    ResponderEliminar
  6. Querida amiga,
    O tempo que nos apressa e controla, ou simplesmente nos proporciona um pouco de descanso. E o tempo que se faz sentir, com quente ou frio, ventoso ou ameno, sol ou chuvoso... Dois tempos que embora tão diferentes conseguem ambos interferir de forma activa todos os dias da nossa vida!

    Parabéns pelo texto... L I N D O!!!

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  7. “Nada há de mais poderoso que uma idéia
    Que chegou no tempo certo.”
    Victor Hugo

    Tenha uma semana maravilhosa.
    Abraço

    Sônia

    ResponderEliminar
  8. Sim, veremos... Que seria de nós sem o tempo? (Isso sem falar de nossas lembranças e de nossos planos...)
    Qual será a cor das telas em que tens o teu tempo pintado?
    Abraços!

    ResponderEliminar
  9. Entre o que vejo e o que digo,
    entre o que digo e o que calo,
    entre o que calo e o que sonho,
    entre o que sonho e o que esqueço,
    a poesia.
    Desliza entre o sim e o não:
    Diz o que calo,
    cala o que digo,
    sonha o que esqueço.
    Não é um dizer: é um fazer.
    É um fazer que é um dizer.
    A poesia se diz e se ouve: é real.
    E, apenas digo é real, se dissipa.
    Será assim mais real?

    (Octávio Paz – México)

    Desejo uma semana iluminada, com muita paz e amor.
    Do amigo
    Eduardo Poisl

    ResponderEliminar
  10. Tempo de SORRIR

    Reserve tempo para trabalhar
    Este é o preço do êxito

    Reserve tempo para pensar
    Esta é a fonte do saber

    Reserve tempo para divertir-se
    Este é o segredo da juventude

    Reserve tempo para ser amigo
    Este é o caminho da felicidade

    Reserve tempo para sonhar
    Este é o meio de ligar uma estrela a sua vida

    Reserve tempo para amar
    Este é um privilégio concedido por Deus

    Reserve tempo para ser útil ao próximo
    Pois a vida é demasiadamente curta para sermos egoístas

    Reserve tempo para sorrir
    Esta é a música da alma.

    "Isso assim mesmo... Sorria !!!"

    Tempo é questão de preferência...

    ResponderEliminar
  11. COM CERTEZA UMA DANÇARINA!!!A RODOPIAR NO ESPAÇO ABERTO E NO TEMPO...VEJO-TE ASSIM...

    BEIJINHO

    ResponderEliminar

Olhares de perto