terça-feira, 1 de abril de 2014

Brisas

foto da net
Deitei-me no campo florido,
de braços cruzados sob a cabeça!
Dei comigo em aliança de leito
num momento só meu, do campo e do céu!
Fechei os olhos e vi as nuvens.
Passavam brancas, esvaziadas de sonhos,
seguiam sorridentes, famintas de se encher
brotando vontades de choro ao passar!
Vi a brisa andar,
com a arte de aromas trazer...
Abrilhantou o deleite sentido
deixando-me arrepiada de prazer!
Foi a brisa que me deu asas de sonho,
que me permitiu voar um dia,
deixando-me sonhar acordada,
sorrindo!

4 comentários:

  1. " Foi a brisa que me deu asas de sonho,
    que me permitiu voar um dia,
    deixando-me sonhar acordada,
    sorrindo ! "

    Gosto de te saber cheia de prazer, Liísa !

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  2. Tem dias, amigo João! E os dias têm horas...
    Mil beijinhos para ti (já tinha saudades, sabias?)

    ResponderEliminar
  3. Nada melhor do que afastar por um instante dos nossos hobbies e stress de trabalho por um dia, e mergulhar nesse "campo florido, de braços cruzados sob a cabeça", e saborear a brisa, o aroma desse campo florido, por último,sonhar acordada, sorrindo! mto bom, adorei.
    by Luísa Vilaça!

    ResponderEliminar
  4. Quem adorou anonimamente, percebeu o deleite de deitar e acordar a vida!

    ResponderEliminar

Olhares de perto