segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Palavras escritas ao sol

foto de Luísa

Escreveste as palavras devagarinho
como quem as guardava num lenço fino de linho
Deixaste-as surtir o efeito do sol
corando-as lentas e de mansinho!
Apareces em texto corrido
ensaiado de tempo já passado
numa lição vivida sem horas
numa hora solar sentida...
...em presença da tua vida!


3 comentários:

  1. Um verdadeiro hino ao Sol !
    Veremos se o guardas para a semana...

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  2. O sol como inspiração, sem pressas nem horas marcadas,... só pode ser algo de fantastico para se lêr.
    Bj. DB

    ResponderEliminar
  3. Delicado linho este, corado de carinho.

    ResponderEliminar

Olhares de perto