quarta-feira, 25 de novembro de 2015

AS

Pode o céu voar mais alto
Ou a rua ser estreita...
Pode o rio navegar para o mar
Ou o ar ser rarefeito...
Pode, até, a bruma mostrar a felicidade,
 que o sol esconderá as rugas do tempo!
Pode ser!
Poder ser sempre!
Pode ser nunca!
Pode ser!


2 comentários:

  1. Excelente poema, Luísa !
    Pode o céu voar mais alto
    Logo me cativaste !!!

    Um beijo muito amigo.

    ( NOTA : Mal coloquei o comentário anterior verifiquei que tinha um ponto de interrogação. Ora, não era essa a minha intenção, obviamente. Quando pretendi apagar LOGO o erro, houve um corte de energia ! E tive que sair para ir levar e trazer netos. Por isso, só agora o posso eliminar, Luísa. MIL DESCULPAS. )

    ResponderEliminar
  2. O sol apaga mesmo as rugas do tempo...
    Magnífico poema, gostei imenso.
    Luísa, tenha um bom fim de semana.
    Abraço.

    ResponderEliminar

Olhares de perto