domingo, 8 de novembro de 2015

Brilhos

De mãos dadas com a lua
olhou de soslaio o sol,
piscando o olho, encandeada!
Brilhou toscamente,
entre uma lágrima solta
e um sorriso franzido,
enrugando-se feliz no olhar!
Trouxe poesia...
...livrando-se dos textos encalhados
que respiravam bolor!
De mãos dadas com a lua...
vagueou entre os livros
lendo o luar à luz tosca do seu olhar!


2 comentários:

  1. mto bom, da ate para mergulhar nelas, é como se essas palavras tivessem vida própria, bjinhos

    ResponderEliminar
  2. Como tenho o novo ninho voltado para poente, nem a Lua vejo...

    Um beijo pelo lindo poema.

    ResponderEliminar

Olhares de perto