quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Braços cruzados...ou talvez não




Hoje não me apetece escrever
Mas, tenho vontade de sorrir para as palavras
De as ler e sorver o seu mais profundo conteudo!
Hoje não me apetece pintar
Mas, tenho vontade de olhar para a paleta
De inventar cores imaginárias e misturá-las na tela
Hoje não me apetece criar
Mas, tenho vontade de rever o inventado
De valorar o já criado e sonhar...
Amanhã irei escrever, pintar e criar
Terei vontade de voltar
De ler a vossa poeticamente simpática visita
De fazer trocadilhos e criar.
Amanhã virei pintar letras criativas...

3 comentários:

  1. Olá Luísa,
    tambem é bom por vezes cruzar os braços e simplesmente deixar que os nossos olhos apreciem a beleza da natureza.
    Gostei da mensagem!

    Aqui em casa as coisas ainda não estão muito bem, o Sérgio está com uma gastrointerite desde a passada Sexta-feira. Só agora está a melhorar, mas amanhã ainda não vai à escola.

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  2. Um jeito poético e bonito de dizer que não tem vontade de escrever, já escrevendo..muito bonito
    beijo

    ResponderEliminar
  3. Olá menina!
    Lindo isso, não sei porque mas me pareceu umas das coisas mais belas que aqui já li. De alguma forma me identifiquei.
    Uma vez um amigo me disse que a poesia depois que entra em você, ela vira uma parte sua e não mais sai.
    Mesmo que não apeteçe escrever, contempla assim as palavras, mesmo que não apeteça pintar, delira com as cores na tela... e por aí vai!
    Maravilha!!
    BeijO grande!

    ResponderEliminar

Olhares de perto