quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009


Hoje peguei no pincel e lancei tinta de cor garrida

Deslizei-os por entre a tela e deixei-os arranjar guarida!

Da tabela de cores, usei as mais alegres e gaiatas

Dei ânimo à pintura e deixei-me envolver nas tintas

Escrevo na tela a cor da vida, a transparência da cor da alma

A marca acesa das cores da alegria

Deixo cair umas letras expulsas pela criatividade.

Hoje escrevi na tela as cores da amizade

Dei-lhes movimento e alma, andei com elas ao colo!

7 comentários:

  1. Querida amiga Luísa,
    as cores da amizade são alegres, garridas e lindas tal e qual as descreve!

    Muito bonito, parabéns!!!!!!

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  2. Cores alegres são isso mesmo, alegram...trazem vida aos dias cinzas, trazem calor onde era frio...de vez em quando é bom ter só tintas gaiatas à mão.
    beijo

    ResponderEliminar
  3. O julgamento dos teus fracassos
    É feito numa lagoa sem azul
    Um milhafre lança um pio de raiva
    Que atinge o branco das casas do sul

    Depois, o silêncio da solidão
    Esta muda inquietação
    Um barco sem água no casco
    Numa espera de assombração


    Bom fim de semana


    Mágico beijo

    ResponderEliminar
  4. e eu tenho lá em casa uns quadros lindos, com os teus pinceis que pincelaram a tela com garra no coração. Os meus faróis e os barcos que atingiram o rumo da liberdade

    ResponderEliminar
  5. Isso mesmo querida e doce amiga! Continue sempre colorindo sua vida!
    Fiquei um pouquinho longe da net neste carnaval, mas estou voltando.
    Um imenso beijo pra tí.
    Inté!

    ResponderEliminar

Olhares de perto