sexta-feira, 15 de maio de 2009

Marcas das passadas



Vejo-te passar ao longe
Sempre com um misterioso olhar
Perdido em passos ligeiros, com caminhos definidos no andar
Vejo-te apressado no pensamento com mil ideias a flutuar
Atento ao que levas no livro das memórias
Sem a niguém cumprimentar, falar, olhar...
Sinto-te distante, timido...envergonhado!
Preferes o teu jornal, livros, jogos e demais companheiros de letras
De preferência sem ter que falar!
Nota-se dor nos teus passos levemente marcados por não ter quem amar!
Raramente se te vê um sorriso, tendo sido em tempos o teu ícon de Senhor!
Eis a tua grandeza no amor: sofres sozinho sem querer partilhar essa dor.
Ai, homem de mil lições a dar, que aprendemos contigo as aulas da vida,
sem quadros de giz para registar os pontos marcantes do teu andar!

5 comentários:

  1. Querida amiga,
    As marcas passadas são e serão sempre pertinentes, elas fazem parte da nossa história!

    Gostei muito, como aliás sempre tenho gostado, a Luísa já nos habituou a textos dóceis que sempre descrevem sentimentos sãos!

    Beijinhos e um bom fim de semana,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  2. Luísa...
    Sempre doce e delicada com as palavras.
    Lindo!

    :) beijos!

    ResponderEliminar
  3. Pensamos demasiadamente
    Sentimos muito pouco
    Necessitamos mais de humildade
    Que de máquinas.
    Mais de bondade e ternura
    Que de inteligência.
    Sem isso,
    A vida se tornará violenta e
    Tudo se perderá.

    (Charles Chaplin)

    Hoje passando para desejar um final de semana com muito amor e carinho.
    Abraços do amigo Eduardo Poisl.

    ResponderEliminar
  4. Tens mesmo um olhar de perto apurado!
    V~es onde quase ningu+em mais consegue ver, mesmo estando tudo evidente!
    Eu conheço-te!

    ResponderEliminar
  5. De tudo, ficam apenas três coisas: a certeza de que estamos sempre recomeçando...
    a certeza de que precisamos de continuar...
    a certeza de que seremos interrompidos antes de terminar...
    Portanto, devemos fazer do passado, um sonho, uma ponte para a procura duma vida melhor.
    Beijo,
    Judite

    ResponderEliminar

Olhares de perto