terça-feira, 19 de maio de 2009

Resignação e tolerãncia


Indelicadamente poisei os cotovelos na mesa
Cruzei os dedos entre mãos, respirei fundo pronta para te ouvir..
As histórias sucederam-se, a tua sabedoria infalível aliou-se a ti!
Não páras para ouvir, nem queres ouvir ninguém!
Detentora de toda a verdade, apresentas argumentação inquestionável do assalto de piratas ao baú das tuas recordações!
Levaram-te tudo! Levaram-te até a alma que, por sinais de velhice, foi raptada já enrudilhada, sem a mestria sábia da defesa.
Hoje penso em ti! Penso na queda livre rumo a um piso desconhecido, sem saber qual a recepção ao solo!
Preparo-me para injecções diárias de sabedoria e paciência. Da mesma paciência que tiveste quando precisámos de ti! Bebo em ti toda essa sabedoria...para que na detecção dos erros encontrados, os possa corrigir no meu trajecto de vida!
Este amor incondicional, faz-me aprender a ouvir mais do que falar, a dar mais do que receber, a sentir-te bem vendo-te eu mal!
Hoje parei e pensei: até no tumulto és vencedora! E eu, mera observadora de ti!

11 comentários:

  1. Lindo sensível e profundo como sempre és Luísa.

    :) Beijos!

    ResponderEliminar
  2. Como sempre, a alma que morimbunda anda com tão grande chamariz sem se aperceber encontra o caminho...

    BJS

    ResponderEliminar
  3. (sou o desmiolado)

    ResponderEliminar
  4. ADORO SEU BLOG, E AS PALAVRAS DOCES E VERDADEIRAS QUE VC SEMPRE DEIXA EM MEU BLOG...
    OBRIGADA POR SEU CARINHO,
    MUITA LUZ, PAZ E HARMONIA EM SUA JORNADA POR ESSAS TERRAS...
    BEIJO GDE E CHEIO DE LUZ PRA VC!

    MÔNICA

    ResponderEliminar
  5. Luisa...

    Saber ouvir é essencial para poder observar...
    As mais belas palavras são sempre aquelas que se dizem no tempo certo!


    Ternos beijos...

    ResponderEliminar
  6. que bem luísa, um texto que observamos de fora e sentimos dentro

    ResponderEliminar
  7. Muchas veces paso por esta tu casa de sentimientos que leo con respeto y admiración aunque pocas veces escribo porque que añadir a lo que expresas,sería como romper esa magia que flota suave,pero alguna vez hay que hacerlo y hoy,es el día en el que debo pararme y decir bello,triste,dulce,...o lo que expreses sigue escribiendo que así seguiré leyendo retazos de alma en tus escritos.Un fuerte abrazo de A.Dulac

    ResponderEliminar
  8. Amiga,
    Quem sabe ouvir aprende mais. Observar as palavras dos outros é sinal de compreensão. O texto que vc escreveu ensina.
    Boa quinta-feira para você.
    Abçs,
    Ana

    ResponderEliminar
  9. beber daquilo que nos faz bem para vivermos é o melhor pque podemos levar desta vida, tento sempre aprender com os outros e não cair nos mesmos erros :)
    bonito esse pousar indelicado dos cotovelos :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Querida amiga,
    há uma certa tristeza nas palavras doces e profundas que compõem o seu texto e há um desejo interior meu para que ele não acabe!!!!!!!

    Como o desejo é impossível de se concretizar, li e reli e voltarei para o voltar a ler!

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  11. tolerância é sinônimo de diplomacia...

    .. por isso temos 2 ouvidos e 1 boca.

    infelizmente tem tanta gente por aí que fala demais!

    ResponderEliminar

Olhares de perto