sexta-feira, 22 de maio de 2009

Palavras de papel


Em papel escrevi letras, desenhadas com amor!
Fiz delas sinfonias, com magia e cor!
Somei-lhes sorrisos de tempo e alguma emoção também,
Dei-lhes o meu sentido, abracei-as como ninguém!
Faço-as nascer e dou-lhes algum significado,
Em mim vejo-as crescer, como uma criança a ser educada.
Cada palavra roda, salta, ri, chora
Sinto-as minha companhia, num coração que as adora!
Recebo-as muitas vezes, em todo o lado onde estou
Umas apeticíveis, outras dispensáveis...
As últimas esqueço, as primeiras guardo-as em mim
Divido-as com quem as merece, gosto delas mesmo assim!
Em cada gesto vosso faço leituras infindáveis
de livros que eles escreveram, com edições únicas,
e epílogos em mim guardados, registados em papiros de nuvens!
Serão sempre edições só minhas, devidamente conservadas
Numa arca de sonhos profundos, como alimento das minhas vontades.

13 comentários:

  1. Semeia de flores teu chão
    E abre a janela aos perfumes do ar,
    E esquece tua porta entreaberta,
    Porque na hora certa
    Verás teu poeta surgir
    E entrar e abraçar-te chorando
    E amar-te até quando
    Tiver que partir.
    um beijo

    ResponderEliminar
  2. belo post,
    muito bom teu blog, gosto daqui.
    Um feliz final de semana.,
    Maurizio

    ResponderEliminar
  3. As tuas palavras de papel sopram e fazem todos os instrumentos participar nessa imensa sinfonia da vida.

    Adorei (uma vez mais).

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  4. Nossa que lindo!! Adorei! Realmente as palavras quando escritas, transformam o papel em guardião de sentimentos e emoções.
    Beijo grande!
    Elida

    ResponderEliminar
  5. Que bonito minha amiga...adorei!
    Belo, suave e gostoso de se ler...parabéns!
    Aproveito para te deixar meu beijo e o desejo de um ótimo fim de semana!

    ResponderEliminar
  6. En esta vida hay quien siembra y quién destuye pero tu siembra es de una calidad,una dulzura y de una calidez que nada ni nadie podrá destruir jamás.
    Gracias por tu visita a mi blog,por ser buena gente,humana,con luz propia y sencilla que, por casualidades del destino he tenido la suerte de encontrarte en este mundo imenso de la red,gracias.Un abrazo fuerte y un biquiño que te dé fuerzas en tu andar diario.A.Dulac

    ResponderEliminar
  7. São palavras de papel de alguém que com emoção e sentimento nos transmite sabedoria e inspiração no que escreve!
    Mais uma vez mostrou a beleza da escrita!

    Beijinhos Luísa

    ResponderEliminar
  8. Querida amiga Luisa,
    Palavras de papel. Que bela metáfora é todo o seu poema. Como me sinto bem aqui a ler e reler os seus escritos.
    Um beijinho,
    Maria Emília

    ResponderEliminar
  9. Em papel escrevi letras, desenhadas com amor!
    ........................................................................

    Viu!
    Já estás desenhando...

    Lindo Luísa!

    Beijos!
    : )

    ResponderEliminar
  10. Carinho é plumagem bonita, macia, gostosa de sentir.
    Quem dá afeto se fortifica; quem o recebe se acalma,
    se tranqüiliza, se equilibra.

    Um ótimo final de semana, com muito carinho.
    Abraço

    ResponderEliminar
  11. Olá Luisa,
    Parabéns ao aniversariante e a quem com tanto amor, que se sente através das palavras, preparou todas as surpresas.
    Luisa as suas palavras não transmitem tristeza de forma nenhuma.
    Referi-me de um modo geral e não porque a tristeza seja mal, na verdade ela anda de mão dada com a alegria. Mas é mais fácil exprimir a tristeza do que a alegria, não sei porquê.
    O que eu sinto quando leio as suas mensagens é que elas transmitem amor. Por isso gosto de vir ao seu espaço e ficar a meditar sobre aquilo que escreve.
    Mais uma vez parabéns e os desejos de um grande dia. Não tenho dúvidas que o aniversariante o merece.
    Um grande beijinho,
    Maria Emília

    ResponderEliminar
  12. edições que não se apagam e que nos somam momento únicos

    ResponderEliminar

Olhares de perto