sábado, 7 de junho de 2014

A calma aqui tão perto...

foto by Luísa - Barragem de Queimadela

Quando preciso de ti, calma,
viajo para dentro de mim e
é quando te vejo serena
e imito a tua postura!
Quando preciso de ti, calma,
ando descalça à beira d´água,
sinto a terra nos pés e mergulho a ansiedade...afogando-a!
Quando preciso de ti, calma, procuro-te,
encontrando-me!

6 comentários:

  1. Wow! After all I got a weblog from where I can really obtain useful data
    concerning my study and knowledge.

    Here is my webpage aptamil formula south africa

    ResponderEliminar
  2. Quando preciso ti, calma eu estou aqui! Quando preciso calma penso em ti! Bonito o texto, a fotografia e a autora.... ASAS

    ResponderEliminar
  3. Belo, Luisinha. É em nós que tudo existe e, é em nós que devemos procurar o que verdadeiramente ansiamos.

    ResponderEliminar
  4. Assim dito, com esta certeza, até pode ser terapêutico.
    Muito bem urdido o poema.

    ResponderEliminar
  5. A fotografia está tão linda e perfeita,gostei imenso tambem da linda poesia,magnifica postagem!! Beijinhos fofinhos!! mundomusicaldacarolina.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Qundo preciso de tí, calma.Amei....Até continuava. bj

    ResponderEliminar

Olhares de perto