domingo, 22 de junho de 2014

Silêncios audíveis

Fala baixinho
ouve-me devagarinho e
lê-me nos silêncios...
Percebeste o que tenho para dizer?
Toda uma redação de vida por escrever,
um sentimento de mim acabado de viver
um grito de liberdade por sair.
Fala baixinho,
ouve-me devagarinho e
continua a ler-me nos silêncios...
...como só tu sabes fazer!
Shiuuuuu!

26 comentários:

  1. "Continua a ler-me nos silêncios.... como só tu sabes fazer", O meu marido era assim. Agora guia-nos do céu, como o sempre o fez na terra. Desculpe Dra. Luisa mas o sentimento que despertou em mim o seu texto, foi o que aqui expressei. SILVANA

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há anjos que olham por nós, doce D. Silvana!
      Beijinhos mil

      Eliminar
  2. Uhm..que bem...E eu que apenas levanto a voz, para me dizer PÁRA!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E que superiroridade demonstras ter no tom!..
      Beijinhos, querida Olga!

      Eliminar
  3. Shiuuuu..., n precisas dizer nada, deixa q eu te leia os lábios, segredo, nosso pequeno segredo!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aliuce,
      beijinho pela sua presença no meu olhar de perto!
      A ausência é que já provoca ruido bem audível.....
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Assim faço, ouvir o silêncio....mas quando a saudade aperta o silêncio faz tanto barulho?!?!?! Um beijo enorme com ASAS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ASAS,
      E quando o coracao aperta e nos asfixia de tanto amor! Sera assim?
      Beijinhos

      Eliminar
  5. Escutar os silêncios de quem nos rodeia, eis outro tema de grande pertinência neste mundo carregado de ruídos, quando nem os gritos somos capazes de ouvir...
    Luisinha, mais um texto de grande qualidade. Os meus sinceros parabéns.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por vezes, Joaquim Ribeiro, até parece que percebo a vida, não é?
      Hoje senti vontade de me escrever... Correu bem!
      Mil beijinhos

      Eliminar
  6. Adorei! :) O poder da escrita reside na subtileza da multiplicidade de interpretações possíveis que ela permite. Continua assim! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana,
      divagaste pelas letras? Então continua...tem tantas interpretações quantas as que lhe quiseres dar!
      Beijinhos, querida amiga!

      Eliminar
  7. " Silêncios audíveis é um excelente título para este teu poema intimista.
    É como ouvir o barulho do silêncio, Luísa.
    No Gerês, lá pela serras, é o que persigo !

    Um beijo muito amigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Silêncios audíveis também seria um lindo título para um livrito, que dizes?
      E lá dentro escreveria apenas sobre a dança das folhas verdes que atuam nos carvalhos. Que achas, João? Tens fotos para a encenação?
      Hummm! Devaneios de um sonho não sonhado...


      Eliminar
    2. Muito boa a idéia !
      Não sei se tenho folhas verdes... A dançar não tenho !
      Mas para o Outono falta pouco ( rs ) e arranjo-te várias opções.
      Como será para antes do Natal ( digo eu...), há tempo !

      Eliminar
    3. E tu a alimentar o sonho...
      Falaremos no outono!
      Bjnhs,meu bom amigo!

      Eliminar
    4. Queres folhas de carvalho ?
      E podem estar na árvore a bailar, com um movimentozinho ?
      Diz-me à hora do almoço ( se puderes ).

      Eliminar
    5. Brincadeirinha,meu. Bom amigo!
      Eu desisti de escrever!
      Bjnhs

      Eliminar
  8. Lindíssima poesia!! Desejo uma semana perfeita para ti,espero que não te esqueças de visitar o meu cantinho,como já disse,tem muitas novidades boas e fresquinhas todos os dias!! mundomusicaldacarolina.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  9. shhhh....

    Beijinhos LU!!!
    Cláudia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Beijinhos,Claudia! Sem silencios,em nome da amizade!

      Eliminar
  10. "Ler-me nos silêncios" com a perfeição dos eleitos.
    Belo poema.

    ResponderEliminar
  11. Sao leituras pelo olhar! Bastam para interpretar o que temos para dizer!

    ResponderEliminar
  12. Luisinha, que bonito este silêncio...

    Beijo Fi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando as palavras não emudecem...
      Beijinhos Fi!

      Eliminar

Olhares de perto