quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Olhos de borboleta Azul

Quero ter olhos de borboleta!
Olhos com asas e voar
Pular de pétala em pétala
E com eles viajar
Quero visitar os amigos
Neles poder pousar
Libertar pós de doçura
Bater asas e voar

5 comentários:

  1. Quero ser sua amiga e sentir suas asas no rosto!
    Luciana

    ResponderEliminar
  2. Olá,
    Visitei o blog do Pardalito e vi as imagens dos trabalhos. Teve para todos os gostos e opiniões. A escola parece ser boa. Que bom que a minha sugestão lhe ajudou.
    Sempre que precisar de mim me coloco à sua disposição. Moramos bem longe uma da outra, mas a "geografia" não estabelece distância quando se fala em amizade.
    Abçs,
    Ana

    ResponderEliminar
  3. Eu tb quero, eu tb quero!!
    ...
    Gostei muito da forma que escreveste hj!
    bjs

    ResponderEliminar
  4. Amiga Luísa,
    sua doçura permaneceu após sua visita ao Casulo, obrigada!
    Lindo poema, tão suave, um afago.

    ResponderEliminar
  5. Trazes nas asas os sonhos, nos olhos a poesia que é vida, sentido, amor... Obrigada pelas palavras sempre belas...

    Abraços pra ti e que a poesia continue criando asas em ti...

    ResponderEliminar

Olhares de perto