domingo, 23 de novembro de 2008

Para ti




Jamais os dias foram iguais
Jamais o olhar sobre a vida foi o mesmo
A partilha é constante, o entendimento é permanente
Olhamos os factos com visões diferentes
Mas sabemos ouvir a opinião do outro



Partilhamos os bons e os maus momentos
Tu, melhor que ninguém, sabes ouvir mais do que falar
Dás-me a vez para extrapolar as minhas iras
Apaziguas as minhas observações sobre as injustiças
Ponderadamente, fazes-me chegar à razoabilidade
A abordagem diferenciada leva-nos à proximidade
És um acérrimo crítico das mihas actuações
Conheçemo-nos muito bem,
Um conhecimento mutuo, que começou num olhar!
No tempo, encontramos o ponto de equilibrio
Vivemos livres nesta prisão chamada AMOR
Onde a minha admiração por ti se mantém!
...Já lá vão duas dezenas de anos
desde que assumimos o nosso namoro!
Continuaremos, enquanto sentirmos vontade...
Até sempre?

12 comentários:

  1. Até sempre, com vontade...

    JMorais

    ResponderEliminar
  2. Eiiiiii eu estou a ler também:)
    beijinhos e felicidades

    ResponderEliminar
  3. Zinha,

    estou contente com a tua visita ruidosa! AVATAR, sim...a união dos 4 elementos, em plena fusão dos sentimentos!
    Beijinho. Volta sempre!

    ResponderEliminar
  4. Parabéns. Vós mereceis a felicidade.
    Felicidades para os próximos 20.

    ResponderEliminar
  5. Ena!Por quem sois, Senhor!
    Obrigada pelos desejos dos próximos 20 anos...

    ResponderEliminar
  6. Até Sempre?
    Não...
    Diga antes até Já.
    Boa semana.

    ResponderEliminar
  7. e em ti estarei sempre, da forma como me vês, da forma como sou, da forma que me ensinaste, as mãos dadas serão sempre as nossas, mesmo que entrelaçadas noutras

    ResponderEliminar
  8. Quando as palavras se encontram no fim, que espera nos aguarda na interrogação?

    ResponderEliminar
  9. Porque queremos guardar os bons momentos e esquecer os maus momentos rapidamente.
    Posso ser feliz daqui a vinte anos!!!
    Até sempre... Serás sempre a minha amiga...
    Bjsss.

    Felícia

    ResponderEliminar
  10. Querida Dalaila,
    de mãos dadas e cumplices no sentir!És "the special one"...

    Tenho um cumplice, que anda a patinar em Fafe!!!Que tudo te corra sobre rodas...Amigo?

    ÚnicoSentido,
    o sempre é já ali...o momento já passou!

    João,
    obrigada pela visita ao olhar de perto. Na interrogação, espera-nos a dúvida da certeza de mantermos um fim.

    Felicia,
    um doce beijo para ti!Tens uma sensiblidade acima da média!

    ResponderEliminar

Olhares de perto