domingo, 7 de junho de 2009

Pelicula da VIDA

Fechei os olhos e vi passar...
A pelicula onde gravei todo o meu viver,
Toda a minha história de vida, todo o meu saber!
Vi-me menina e moça, de saia rodada e blusa de cambraia
Vi-me de jeans e sapatilhas a passear na praia!
Vi-me de negro, em total fashion stile
Vi-me de vermelho, de acordo com o meu smile!
Baças estão as imagens dos momentos menos bons.
Para que com elas não sofra, não lhes vejo bem os tons!
Senti-me segura, nesta filmagem de curta duração
Assisti na plateia, com o coração apertado de emoção!
Vi-me a partilhar tudo o que tenho,
A promover o vosso bem estar,
Vi-me a dar a mão a todos
Num gesto sereno e forte de amizade!
Vi-me com um nó bem apertado
Quando chamei por alguns e os vi seguir!
Vi-me feliz por te ter chamado,
e tu, tal como sempre, foste o primeiro a vir!
Chegaram sempre os mesmos, de longa e curta data
Vieram encontrar-se neste filme os melhores amigos
os melhores irmãos, os melhores pais,
que me fazem sentir no mundo dos afectos, uma magnata!

15 comentários:

  1. O meu papel é bem secundário. Mas, não precisas chamar.
    Bem sabes que já cá estava.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  2. Eu bem ouvia uma voz lá longe a chamar... até que pela melodia percebi que eras tu e vim correnro ler a tua mão, vendo o futuro dar-te um sem número de amigos para lhes dares a mão
    jnhs

    ResponderEliminar
  3. A chamada foi em tempos necessária!
    Hoje estou bem, não se peocupem!
    Apenas dissertei em forma de reflexão do tempo vivido!
    Beijinho terno!
    O vosso atendimento à chamada deixou-me mais magnata ainda, no munod dos afectos cibernauticos...

    ResponderEliminar
  4. Somos o que somos devido ao caminho que caminhamos, faz bem lembrar sim, é sinal que estamos vivos e bem, é sinal que aprendemos com a vida!
    Gostei muito um beijinho

    ResponderEliminar
  5. passando para te desejar um bom final de domingo. e uma ótima semana,
    Beijos.
    Maurizio.
    * ótimo post.

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  7. Cheguei atrasado mas cheguei Luísa!

    Em pensamento e espírito sempre estou aqui...

    Sem família e amigos nada tem sentido...

    Tu és uma afortunada!

    Beijos!

    : )

    ResponderEliminar
  8. Nesta película da Vida, vamo-nos apercebendo de que só os bons e verdadeiros amigos é que ficam!

    Beijinhos Luísa!

    ResponderEliminar
  9. Um romance que sabe sempre bem ver para equilibrar com outros dramas menos desejáveis. Os filmes são assim e a vida também!

    ResponderEliminar
  10. A tua película, dava um bom filme, porque interiorizaste, o que de mais sagrado temos. É uma bela lição de vida recordar , quem fomos, o que somos e dar graças por tudo.
    Um beijo,
    Judite

    ResponderEliminar
  11. Quanta sinceridade, quanta humildade! Vós, que sempre respondeis ao mais baixo chamamento.
    Vós que estais sempre, é tristemente, que por muito que se queira responder a esse chamamento, não se consegue como vós dar resposta.

    ResponderEliminar
  12. Mais um texto lindo né amiga?....
    ...Quanta coisa existe na película da minha vida, que nem mesmo eu sei... Ah!gostei da caricatura!!
    Vc tem MSN, se tiver me avisa para que possamos bater um papinho virtual, ok?
    Boa semana.
    Abçs,
    Ana

    ResponderEliminar
  13. filme onde todos estão presentes, e fazem parte do ecran

    ResponderEliminar
  14. São os amigos que nos fazem verdadeiramente ricos. Da única riqueza que importa.
    De "endinheirados" anda o mundo cheio. Anda o mundo pobre, por causa deles:))

    Bj

    ResponderEliminar
  15. Bonita reflexão Luísa!
    Às vezes é necessária, funciona como um bálsamo que nos ajuda a seguir em frente.

    A família, os amigos, todos os entes queridos fazem parte desta película e mesmo os que já partiram nos conseguem fazer felizes, revivendo o passado.

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderEliminar

Olhares de perto