sábado, 10 de maio de 2014

Reflexos refletidos

foto by Luísa - Oceanário Lx

São luzes vagueantes ligadas nas horas de viver!
São lampejos de esperança, brilhos nos olhos de criança,
somente reflexos de sorrisos gargalhados em vãs alianças!
São luzências de mão dada com a noite,
luminosidades quentes...perigosas por atraentes...
Se as vires, mostra-te indiferente,
não lhes toques nem mostres interesse,
ignora-as
mostrando por ti o maior valor acrescentado!
Sim?

6 comentários:

  1. AGORA, estou sem mail !...
    Não sei quando tal retornará.

    Um destaque no teu poema, Luísa :

    " São luzências de mão dada com a noite, "

    Um beijo.


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um ponto de luz...
      Hoje fui por aí!
      Beijinhos mil, querido amigo!

      Eliminar
  2. Sim, pode deixar q vou ignora-las, hahahahahaha, Bjinhos
    A.Fernandes

    ResponderEliminar
  3. De novo "o brilho nos olhos de criança".
    Ai, sem a luz desse olhar, a existência seria um perene lusco fusco.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  4. "São lampejos de esperança, brilhos nos olhos de crianças" Uma frase reconfortante para quem está muito triste porque a gatinha está doente e acabei de vir da veterinária. Bonito poema, como todos da sua autoria. SILVANA

    ResponderEliminar

Olhares de perto