terça-feira, 20 de maio de 2014

Rio

foto by Luísa

É quando te vejo, Rio, que te inspiro passageiro,
e reforço a vontade de ir por aí...
É quando te invado de pés descalços, Rio,
que encho a caixa de ar e sorrio...
É quando te apagas no nevoeiro, Rio,
que ligo a vontade acesa de na margem me sentar
e, por ti, deixar o tempo correr, só para te ver passar.

12 comentários:

  1. .... maravilhoso Luísa.
    Obrigado por partilhares comigo um pouco do teu "sentir".
    Resto de boa noite, beijinho doce :* como tu.

    ResponderEliminar
  2. Deixar o tempo correr só para ver o rio passar .Lindo! Que paz, que calma se deve sentir ao molhar os pés no rio ou se sentar na sua margem. Silvana. A água está muito presente nos seus poemas.

    ResponderEliminar
  3. "deixar o tempo correr, só para te ver passar"
    adorei a parte terminal, me faz lembrar bons momentos, bjinhos, esta mto bom!
    A.Fernandes

    ResponderEliminar
  4. deixar o tempo correr, só para te ver passar....
    buscala paz da alma..no lento pasar da auga..
    rio...que me levas...pensamentos e pesares
    Grazas pola paz que nos das..Luisa..bicos mil

    ResponderEliminar
  5. Rio, que ligo a vontade acesa de na margem me sentar e, por tí, deixar , não olho o tempo correr,só para te ver passar. Lindo. Obrigado.Olhando para o teu refelexo,qual tanto um espelho, vem os pensamentos, alegrias, tristezas.Vou embora. Não olho para trás. Volto. bj

    ResponderEliminar
  6. deixar o tempo correr, só para te ver passar

    Luisa.....a Vilaça como se coñece en Sabadelle, a que nos leva como un rio de ternura.

    ResponderEliminar
  7. deixar o tempo correr, só para te ver passar

    Luisa.....a Vilaça como se coñece en Sabadelle, a que nos leva como un rio de ternura.

    ResponderEliminar
  8. Já foi destacado, Luísa. Mesmo assim...
    deixar o tempo correr, só para te ver passar.
    Eu que te conheço, sei bem que é assim mesmo !

    Gostei muito deste teu RIO ( um dos mais lindos de Portugal ).

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  9. Rio da minha vontade, que vais correndo veloz, entre margens apertado,
    em busca da felicidade, entre a nascente e a foz, até ao teu mar salgado...

    ResponderEliminar
  10. " que te inspiro passageiro" Nestas bonitas palavras ( assim como na bonita fotografia), habita o que mais gosto no teu Olhar: A Imperecível Pluma da Verdade ;) Beijos... Sempre um Prazer

    ResponderEliminar
  11. Ter tempo para estramos sós, é fundamental.A natureza é apenas o que nos ajuda a refletir com a sua magnífica linguagem; o som do vento que corre, da água que passa, dos pássaros a cantar... É este silêncio que nos enche a alma.
    Beijo Fi

    ResponderEliminar
  12. Nesta maravilha saciamos a sede que nos assola.

    ResponderEliminar

Olhares de perto