domingo, 11 de maio de 2014

Divagações de um dia...


foto by Luísa

Quanto brilho preenche o dia?
Quanta luz ilumina a maresia?
Tanto quanto o meu olhar
sonhou beber um dia,
tanta quanta a necessária energia!
Se souberes onde guardar,
anda ao ouvido segredar-me
e deixa-me prender o olhar
neste teu imenso mar...

6 comentários:

  1. Lindo ! Bjs ( Maria do Carmo)

    ResponderEliminar
  2. "Tanto quanto o meu olhar sonhou beber un dia"
    ..todo es tí...todo en tí,. Preciosas palabras..precioso sentir.

    ResponderEliminar
  3. E se eu bebesse o brilho de que tão bem falas, Luísa ?

    Amanhã levo o Mac para uma revisão geral.
    Não sei quantos dias ficará inoperacional. No portátil não tenho endereços !

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  4. e deixa-me prender o olhar
    neste teu imenso mar...

    Luisa Vilaça non deixa de sorprendernos con a sua especial sensibilidade...

    ResponderEliminar
  5. "e deixa-me prender o olhar neste teu imenso mar..."
    Mais uma para o meu caderno de frases belas!
    A.Fernandes

    ResponderEliminar
  6. Bonito poema. "Deixa-me prender o olhar neste imenso mar. A luz ilumina a maresia". Quando olho o mar assim também fico extasiada, numa comunhão total com a natureza e com Deus. Com um mar assim, também me sinto com mais energias. Muita sensibilidade neste poema. Parabéns. Silvana

    ResponderEliminar

Olhares de perto