quarta-feira, 21 de maio de 2014

Rodagens passadas

foto de Carmen Perez Alvarez - Sabadelle

Mostro sinais de rodar madeira
como quem beija a rodagem mais verde do prado!
Tenho sinais de pisar as pedras suaves do caminho
como quem chilreia o seu passar !
Tenho gravado nas fitas metálicas a ferrugem do tempo que desgasta e passa
como que marcada pelas pedras da calçada!
Tenho sinais de vida, num momento que já passou.
Tenho sossego, num mural que me acolhe e diz:
-repousa, vê os outros passar...

12 comentários:

  1. Muito bonito, já não tenho palavras para descrever a tua escrita.... Beijos com ASAS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ASAS,
      tu lês sempre para além do meu olhar!

      Eliminar
  2. como quem beija a rodagem mais verde do prado!

    ...soio Luisa Vilaça pode entender as rodeiras nos prados...verdes...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Entendo pelo que vejo...uns dias melhores que outros!
      Bjnhs

      Eliminar
  3. Quantas vezes,do meu corpo, só sentia suor nesse carro de bois, que tanto, havia de fazer. Perguntava, porquê? Este suor,levava comida à minha familia,amor,mas não, aquilo, que mais desejava.

    ResponderEliminar
  4. Memórias que se decompõem com dignidade, e, em repouso, nos falam do suor honrado daqueles que nos precederam...

    ResponderEliminar
  5. Recordar é viver, esta lindo!
    A.Fernandes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aliuce,
      uma peça antiga, envelhecida...encostada!
      Triste, não é?

      Eliminar
  6. ...
    uma inutilidade jorra afinal
    tanta história em fios cristalinos
    que se desprendem dos olhos de gente.

    Lindo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma inutilidade carregada de histórias...
      Bjnhs

      Eliminar

Olhares de perto