sábado, 12 de julho de 2014

Divagações do olhar

foto da net

Só vês a cor dos meus olhos quando brilham!
Só sentes o brilho dos meus olhos quando dormem!
Só respiras o meu pestanejar quando de perto!
Sim, porque os meus olhos dizem-te o meu mundo
e o meu mundo diz-te tudo
num abrir e fechar de olhos
a descoberto...



7 comentários:

  1. Lindo !
    Maravilhoso !
    Uma beleza o teu mundo !!!

    Um beijo grande.

    ResponderEliminar
  2. "Só vês a cor dos meus olhos quando brilham!Só sentes o brilho dos meus olhos quando dormem!Só respiras o meu pestanejar quando de perto!"
    Como é possível alguém ficar tao indiferente perante estes olhos tao lindos, digo a beleza dos olhos como outras qualidades q se calhar n são apreciadas na altura certa, sera preciso um palco para reparar na pessoa?!!!

    ResponderEliminar
  3. A indiferenca nem sempre e desamor...
    Se os olhos choram e de arrependimento!achas que sim? Tudo e possivel!

    ResponderEliminar
  4. Uma lágrima chorada na escuridão da noite pode ter na alvorada o conforto de um novo sol.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agostinho,
      Nao percebo muito de choros mas penso q esta lagrima caiu bem na escrita!
      Bjnhs

      Eliminar
  5. Luisinha, se isto não é talento, então é o quê?!
    Não me volte a dizer que "saiu bem", como se de um cozinhado se tratasse.
    É um poema limdissimo.
    Beijinhos, Fi

    ResponderEliminar

Olhares de perto