segunda-feira, 28 de julho de 2014

Porta - de João Menéres

foto de JOÃO MENÉRES - www.grifoplanante.blogspot.com

Que belo jardim se abriu em flor
numa porta de casa empedrada!
Será de enviar carta de amor,
para entrada tão bem decorada!

E o azulejo que se lhe avizinha,
de esquadria e tons outonais?
Merece uma rima com mestria,
aos olhos que a viram, fenomenais!

Se soubesse algo melhor dizer
talvez não escrevesse aqui.
Enviaria em carta lacrada
uma mensagem só para ti!

;-)

4 comentários:

  1. Obrigado, Luísa, pela utilização e pela poesia !
    Podes sempre telefonar !

    Um beijo muito Amigo.

    ResponderEliminar
  2. Elegia a uma porta e ao seu autor.
    Harmonia de tons e sons.

    ResponderEliminar
  3. Lindo poema, cheio de ternura, carinho.

    ResponderEliminar
  4. Quanta cumplicidade...
    Beijo Fi

    ResponderEliminar

Olhares de perto