segunda-feira, 7 de julho de 2014

Mais um pedacinho de amor

Adicionar legenda
Desde que te tenho que o amor cresce ao segundo!
Por um sorriso, por um olhar,
por uma reflexão vinda de ti 
num doce momento a brincar! 
Cresce pela doçura na voz!
Cresce pela ternura com os avós!
Cresce pelo humor assertivo!
Cresce pela delicadeza do gesto
e
pelo sentimento de ti pela vida!
Cresço contigo,
em forma de lua crescente,
numa imensidão de amor
chamado orgulho de mãe,
por te ter em mim
sendo tu parte da vida!

7 comentários:

  1. E eu que não conheço ( ainda ! ) a ANA !

    Lindo poema de Mãe que o coração te ditou.

    MUITO BONITO ( como a Ana ! ).

    Um beijo para cada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querido João, conheces bem, não conhecendo...certo?
      Mil beijinhos em modo "mãe babada"!
      ;-)

      Eliminar
  2. Volto aqui, hoje, depois da distração de uma semana e encontro um manancial que mata a sede a qualquer um.
    Poesia com um toque delicado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agostinho,
      não deixe nunca de vir!
      Quem sabe um dia o texto fica à medida daquilo a que chama "poesia delicada"?
      Bjnhs

      Eliminar
  3. Belíssimo poema feito pela mãe à filha. Emocionante e comovente. Dois amores unidos pela vida e pela cumplicidade, Beijos às duas, SILVANA

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. D. Silvana,
      qual a filha que não inspira a escrita? A minha é especial porque é minha mas, felizmente, é igual a todas as filhas!
      Mil beijinhos

      Eliminar
  4. Ser mãe e amar incondicionalmente e perdoar o que mais alguém tem capacidade de perdoar.
    Mais um bonito poema querida Luisa.
    Beijo Fi

    ResponderEliminar

Olhares de perto