quarta-feira, 2 de julho de 2014

Vamos dançar?

foto da net

Oiço o vento soprar, levemente!
Faz balançar, entre ramos, aquele!
Aquele que me olhou verde,
eclético mas sublime em aroma-sensatez!
Sinto o sol poisar-lhes, suavemente!
Dá-lhes a cor primaveril, pujante,
transbordante de alegria no acerto de passos
da dança no tempo!
Alinhamentos...Vamos dançar?

10 comentários:

  1. "Oiço o vento soprar, levemente!Faz balançar, entre ramos, aquele!Aquele que me olhou verde,eclético mas sublime em aroma-sensatez!"
    olha, esta mto giro o poema, mto giro, e alegre, gostei!
    bjinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando o dia se mostra de todas as cores...
      Bjnhs, Aliuce!

      Eliminar
  2. Bem te perguntei como querias as folhas do carvalho !
    Mas não me respondeste, Luísa...

    O teu poema, uma vez mais, está perfeito e de uma beleza indescritível !
    Tenho tanta pena de não ter sido o ilustrador que nem me apetece dançar...

    Um beijo muito Amigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu bom amigo, estimadíssimo mestre da fotografia,
      quantas palavras guardo para uma foto tua.

      Aguardo, sim?
      Mil beijinhos

      Eliminar
    2. Então, com o maior prazer, enviarei esta semana, uma imagem bem DIFERENTE !
      ( Mas ficas com a liberdade de a usar ou não !...)

      Um beijo Amigo.

      Eliminar
  3. Ouvir e, sobretudo, sentir a brisa "soprar" por entre os ramos, é um momento raro de paz, em que se pode "ouvir" a "voz" de Deus. Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Certíssimo, meu querido amigo!
      Deus fala connosco de tantas formas!
      Que bom que O conseguimos ouvir/ver...
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Depois da chuva i vento a soprar.,,, que beleza a natureza!!!! ASAS

    ResponderEliminar
  5. Mais um belo poema. A natureza tem um papel fundamental na temática dos poemas que escreve . Mais uma vez"as palavras dançam, entrelaçam-se entre si numa beleza contagiante. A natureza, as cores, o verde, o sol, o vento, convida-nos à paz e à reflexão. A ilustração do poema através da bela foto que pôs completa perfeitamente o que mais uma vez nos transmite, usando a subtileza, doçura, sensibilidade que é próprio da Dra. Luisa. SILVANA

    ResponderEliminar
  6. lindisssssssssssssima foto e super palavras, sim, dansemos...:)
    bjos

    ResponderEliminar

Olhares de perto